sábado, 28 de maio de 2011

A diferença entre Parintins e Itacoatiara

Orla de Parintins
Parintins terá indústria que vai gerar 5 mil empregos - ver Blog da Floresta / data 27/05/2011  http://www.blogdafloresta.com/cidades/4637-parintins-tera-industria-que-vai-gerar-5-mil-emrpegos.html?sms_ss=facebook&at_xt=4de07f4569750af7%2C1


Orla de Itacoatiara
 Par­intins deve ter cuidado para não atrair uma onda mi­gratória gi­gan­tesca, em busca dos em­pregos a serem ger­ados pela fábrica de ci­mento a ser in­sta­lada na ilha. Trata-se da Ci­mento Forte, marca da Sabimin, que por sua vez, é em­presa do Grupo Sanave. Serão in­vestidos no pro­jeto R$ 400 mil­hões e a ger­ação de em­pregos é el­e­vadís­sima - 5 mil (cinco mil) postos de tra­balho. O anúncio da im­plan­tação da nova fábrica, foi feito ontem du­rante o En­contro de Min­er­ação na Assem­bléia Leg­isla­tiva. (Blog da Floresta - 27 Maio 2011 / Jersey Nazareno)


Enquanto isso o prefeito de Itacoatiara e seu grupo político se contentam e comemoram o emprego de 120 (cento e vinte) itacoatiarenses no projeto de construção do Linhão de Tucuruí (base de Lindóia). Aí, nessas horas é nitida a diferença entre a atual situação da nossa cidade e Parintins que está a 420 km de Manaus. A a ilha tupinabarana mostra a sua altivez, pois sempre está a frente de Itacoatiara. 

Na área do conhecimento o prefeito de Itacoatiara está todo empolgado por estar distribuindo um kit escolar, dentro de uma pequena mochila para os alunos da rede municipal, estampando a logomarca da sua administração. Enquanto issso, as escolas de Parintins alcançam números bem a nossa frente noss indices de aproveitamento escolar do IDEB, e inclussive já estão intalando a "lousa digital" em algumas escolas da cidade, e todas já possuem a tecnologia do "diário digital", o que facilita o trabalho do professor e  o coloca juntamente com os alunos, em verdadeira sintonia com a era digital. Conforme artigo a seguir; 

E pasmem!, os professores da rede municipal de Itacoatiara ainda não receberam o velho diário de sala, aquela velha pagela de papel onde é anotada a presença, ausência e plano diário de ensino dos alunos. Por isso os professores da rede municipal estão anotando a presença dos alunoss no caderno, é mole ou quer mais!

Pioneirismo:diário digital - As escolas que antes conduziam suas atividades com estrutura básica, e muitas vezes até insuficiente, agora têm à sua disposição o que há de mais recente em tecnologia educacional. Entre as quais estão:laboratórios de informática, data-show nas salas de aulas, lousa (ou quadro)digital e a mais nova aquisição: o diário digital. Este último é um protótiporecém lançado em Manaus e que está disponível apenas em uma escola da capital.

[WINDOWS-1252?]“O diário digital é um instrumento criado paramelhorar a atuação do professor na sala de aula. Por meio desse diário, oprofessor dispensa o uso do antigo diário de papel, cadastra a freqüência,conteúdo e notas, por meio de um prático e ágil programa de computador, além deestar conectado a [WINDOWS-1252?]internet”, explicou Roberta. Parintins será o primeiro município do interior do Estado do Amazonas a receber essa tecnologia e a primeira escola contemplada será a escola Estadual Geny Bentes.     

Publicado no site Jurupari em 27/04/2011     http://200.242.59.133/nav/imprimir.php?noticia=63
Foram instaladas algumas antenas de transmisão de Internet em alguns pontos da cidade de Itacoatiara em 2009, todavia a maioria não funciona, e os poucos que funcionam, apresentam taxas de velocidade bem abaixo da média, tornando quase que impraticável acessar a Internet nestes lugares. Enquanto que Parintins foi contemplada com a projeto federal "Praça Digital" conforme matéria veiculada no site Bitbiblio (http://bitbiblio.blogspot.com/2008/07/praa-digital-uma-forma-de-incluso.html ), ver matéria seguir:


 

Praça Digital: uma forma de inclusão à Internet

quinta-feira, 3 de julho de 2008
Neste mês de Julho, assiti uma reportagem interessante sobre a cidade de Parintins - AM e achei muito bacana publicar um post sobre a Praça Digital do Cristo Redentor, a primeira praça com acesso à Internet, banda larga e wireless do País.
A idéia partiu de Craig Barrett, (Intel) que encontrou na cidade capacidade suficiente para se beneficiar da comunicação online, remota o bastante para servir de desafio logístico e conhecida   a ponto de chama atenção - 100 mil turistas assistem anualmente ao festival folclórico do boi-bum.
A partir dessa idéia, Parintins foi conectada ao resto do mundo por uma rede sem fio de alta velocidade, com cerca de 1 megabit por segundo (mbps)
O acesso é gratuito e ainda com uma agradável vista para o Rio Amazonas. Existe coisa melhor?!
Projetos como estes, permitem a inclusão social e digital da comunidade com uso de tecnologia de ponta no Brasil.

Na época do festival folclórico, o garantido e o caprichoso em 2010 receberam R$ 5milhões cada, do governo do Estado, enquanto a Prefeitura de Itacoatiara repassou 100 mil para distribuir entre todos os 40 grupos floclóricos do município;
Antes do inicio do festival de Parintins, o bumbódromo todo ano é reformado para atender os visitantes, enquanto o Centro de Eventos de Itacoatiara desde sua inauguração em 2003, nunca foi recuperado, aliás está jogado as traças, no FECANI, no aniverário de Itacoatiara e no carnaval, são feitos reparos e gatilhos paleativos para realizarem os eventos, e depois o lugar fica de novo abandonado como está.
O aeroporto de Itacoatiara Mariano Arico Barros foi recentemente desativado, enquanto isso, o prefeito de Parintins Bi Garcia comemora a inauguração e ampliação do aeroporto Julio Belém e sua elevação a "categoria cinco", o que permitirá operações de pouso e decolagens de aeronaves de grande porte, incluindo Boeing e Airbus, podendo operar com rota regular ligando a ilha do folclore aos outros aeroportos do País. Todas as salas de tráfego aéreo do Brasil já estão recebendo o comunicado da Agência Nacional de Aviação Civil, informando que o aeroporto Parintins, já está operando com pista de 1800 metros de extensão por 30 de largura, podendo receber a qualquer momento, de dia ou de noite, aviões de pequeno, médio e grande porte.
O nosso terminal portuario, antes de inaugurar apresentou problema na sua ponte articulada, a qual quebrou e depois foi remendada e recolocada no lugar, e o resto da estrutura das colunas que dão acesso a balsa flutuante, foram remendadas as pressas  por ocasião da subida do Rio Amazonas. Fato que deixou o nosso porto, metade novo, metade velho e inoperante. Servindo apenas para atracar balsas e pequenos barcos de recreio. O porto de Parintins também apresentou problemas, foi metade para o fundo na grande cheia de 2009, e no ano seguinte, a obra foi totalmente refeita. Enquanto que a obra de reforma do nosso porto, ficou por isso mesmo. O vice prefeito de Itacoatiara inclusive foi oficialmente entregar a obra em 21/07/2010, onde fez as seguintes considerações. (conforme nota a seguir do site da PMI) - "De acordo com o prefeito em exercício José Augusto Queiróz, o porto vai possibilitar a retomada do desenvolvimento econômico de Itacoatiara, que vai poder explorar sua localização geográfica privilegiada. “Assim vamos gerar emprego para os portuários que estão há mais de quatro anos sem trabalho e também movimentar a economia da cidade” (http://blogdaprefeituradeitacoatiara.blogspot.com/2010/09/seinf-entrega-porto-de-itacoatiara-snph.html
Tudo não passou de uma grande farça, pois o porto continua operando em situação precária e os portuários continual desempregados e a população itacoatiarense fica literalmente a ver navios lá da orla da cidade. E ficamos apreciando toda a riqueza do nosso Estado passar esfregando no nosso nariz sem poder fazer nada. 
É realmente lastimável a nossa situação, imaginem só se Parintins fosse localizada aqui, com essa privilegiada localização, na margem esquerda do Rio Amazonas, fazendo parte da RegiãoMetropolintana de Manaus eligada a capital  por estrada.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Derrubada da Lei da isenção da taxa de água, causa polêmica na cidade, mas tudo parece estar ligado a uma questão de confiança!


Confiar em quem! No SAAE que está falido, fato publicado pelo seu próprio administrador em audiência pública na Câmara, inclusive falou que muita gente além de já não pagar estão disperdisando muita água. E tudo isso somado ao fato de que a Prefeitura está inadimplente com o Governo Federal, nesse governo que já recebeu mais de 30 milhões do governo federal, só este ano e ainda não mostrou nada, só blá blá blá! Pra concordar com essa Lei de isenção, só se a pessoa é filiada ao PT ou faz parte dos 2 mil (dois mil) cargos comissionados desta administração, que estão inchando a máquina pública, ocasionando o atraso de salários. Como confiar em uma administração que hora diz que a sua meta é transformar Itacoatiara em uma cidade universitária, outra hora em uma cidade produtora de alimentos, outra hora na cidade portuária, outra hora na cidade da mineração (Silvinita), e por aí vai. Com todo respeito a opinião de cada um, mais não consigo visualizar nada além disso. A não ser um governo sem rumo, sem direção, e só pra recordar aqueles humildes que andavam de bicicleta no passado e que agora desfilam de Hylux, os que andavam de CG125, andando de D20 cabine dupla. A garagem da Prefeitura hoje, mais parece o pátio de uma concecionária de veículos. Enquanto as ruas da cidade totalmente esburacadas, as escuras e o mato e o lixo tomam conta da cidade, o sopão do Sto. Antonio desativado, a saúde do município está na UTI, a Casa da Cultura está toda escorada com pau de acariquara, as praças da cidade estão abandonadas, a cascata da Orla desde o FECANI passado está quebrada, mais souberam fazer novas cascatinhas nas laterais da Prefeitura. Fala sério, acho que são motivos suficientes pra não se poder depositar confiança nesta administração, que se faz de morta pra comer o coveiro! Que se faz de vítima e de coitado pra ludibriar a confiança do povo Mas uma coisa eu tenho que concordar! "O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE"

Temos que evitar o disperdício de dinherio público com gastos excessivos em propaganda e em muita gente na Prefeitura sem fazer nada, investir na infraestrutura da cidade e evitarmos o diperdício de água. Pois o SAAE precisa de recursos para melhorar o seu atendimento e colocar água com frequência e qualidade em nossass casas, sem interrupções. Não é a taxa de isenção de água e bolsa familia que vai resolver o problema dass pessoas desempregadas da cidade, é a promoção de políticas públicas de sustentabilidade, ou seja, é a promoção de emprego e renda, é o incentivo a industria, ao comércio e a geração de emprego, essa é amelhor política pública para tirar as pessoas da linha da pobreza e da esmola da Prefeitura, do governo e dos políticos de plantão, que brincam com o sentimento e com a erário público com fins extremamente eleitoreiros, degradando a máquina pública sem nenhuma responsabilidade. Ficam jogando com a confiança do povo, simplismente para se firmarem e não sairem mais do poder. As eleições de 2012 já estão se aproximando e os planos mirabolantes de permanencia no poder estão se pondo com mais viemência. Vamos apreveitar toda essa água aí que está rolando por baixo da ponte e fazermos uma lavagem nesse quadro caótico que está nossa cidade!

terça-feira, 24 de maio de 2011

UEA de Itacoatiara: "Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás."


A causa é nobre: a comunidade acadêmica da UEA de Itacoatiara acordou, e está fazendo muito barulho em frente a obra da construção do Centro de Convivência do Idoso e da UPA – Unidade de Pronto Atendimento, cujos projetos foram demandados pelo Governo do Estado, sobre a batuta da ex-reitora Marilene Correia - PT.
Essa é a primeira vez na história deste país e deste município que vejo a área consagrada ao desenvolvimento do conhecimento ser subtraída em favor de obras tipicamente eleitoreiras. Até porque, não tiveram a mínima consideração de consultar a classe acadêmica sobre essa atitude funesta da ex-reitora, que certamente atendeu aos designos do governo do estado. Penso que talvez tenha feito isso para ter o apoio irrestrito do ex-governador Eduardo Braga, nas eleições de 2010.  Mas como Deus escreve certe em linhas tortas, não adiantou de nada a ex-reitora fazer media com o ex-governador retalhando a área do campus da UEA de Itacoatiara, pois, o ex-governador acabou apostando todas suas fichas na nova companheira Vanesssa Graziotin – PcdoB. Dessa forma a Marilene deu uma fora com a UEA de Itacoatiara e tomou um pontapé no trazeiro dos seus velhos aliados, achei foi bom!
Mais o importante de tudo isso é que a classe acadêmica da UEA de Itacoatiara esta determinada em não arregar para a prepotência do governo do estado e para a inércia da Prefeitura de Itacoatiara neste episódio macabro da historia desta instituição neste município. Justamente no momento em que o município amplia o patrimônio da UFAM doando a antiga escola agrícola com toda sua extensa área de terras para o incremento da Federal em nossa cidade. Na contra-mão da história, e sob o conhecimento do ex-diretor e da ex-reitora UEA apara as azas da nossa UEA, impedindo-a de no futura poder alçar vôos mais altos. ISSO É UMA VERGONHA!
Por isso apoio incondicionalmente a manifestação dos alunos da faculdade de Engenharia Florestal e Agroecologia que lideram o movimento “QUEREMOS AMPLIAÇÃO E NÃO A REDUÇÃO”. Movimento digno dessa garotada aguerrida que esta na vanguarda do seu tempo, na luta pelo progresso da UEA em Itacoatiara. Agora também não pude de deixar de observar com estranheza a ausência dos professores no movimento e das demais turmas na ação.  
Mas tenho certeza que essa luta vai arregimentar mais seguidores, assim como eu. Nesta altura do campeonato não importa de onde vem o apoio, o importante é que ele aconteça, pois a universidade é publica, portanto de todos nós, e devemos por isso, lutar por aquilo que é nosso com toda garra, pois a “UEA É NOSSA”, e ninguém tasca!
Outra coisa que me chamou atenção é o fato da obra já ter começado e não possui placa de identificação, engenheiro responsável, alvará de licença da Prefeitura de Itacoatiara. Pois se a Prefeitura expediu esse Alvará, também é conivente com este ato medíocre que estão fazendo com a UEA deste município. Mas não devemos esmorecer, pois se a obra continuar, a classe acadêmica de Itacoatiara estará assinando a sua sentença, ante o brilhante passado histórico dos movimentos estudantis da história do nosso país, em que a força da juventude sempre peitou os governos ditadores. E tenho certeza que os nossos acadêmicos vão mostrar a sua força dizendo não aos administradores e governantes despóticos de nosso município e de nosso estado, que “AQUI NÃO!”
“QUE FAÇAM AS OBRAS EM OUTRO LUGAR MAIS NO TERRENO DA UEA NÃO”
O terreno sagrado do conhecimento, não deve ser presa fácil das aves de rapina da oportunismo regional. Já mais deve ser maculado, subtraído e retalhado como se fazem com as memoráveis pizzas do mundo político. E educação é um direito de todos, como podemos pregar isso, se deixarmos esse fato se consumar. Pois se deixarmos, estaremos tolhendo e limitando o acesso ao ensino superior a milhares de jovens, que sonham em entrar e fazer novos cursos na UEA, em razão dessa atitude pequena, pobre e infeliz de doar uma boa parte do terreno da universidade para outras entidades que tem objetivos totalmente antagônicos com os da classe acadêmica.

Os universitários na hora do protesto empunharam faixas, cartazes e bradaram palavras de ordem reivindicando os seus legítimos direitos de ter uma universidade forte, grande, autônoma e publica.  E para finalizar encerro minhas palavras deixando o meu conselho a classe acadêmica da UEA de Itacoatiara, me utilizando das sábias palavras do grande e memorável guerrilheiro Hernesto Che Guevara, que é símbolo dos movimento estudantis em nosso país e bandeira de luta da juventude inconformada com o status quo. "Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás."

domingo, 22 de maio de 2011

Só quatro prefeituras do Amazonas estão regulares para receber convênios.html

O petista Chagas, sindicalista histórico do Amazonas, é o "rei" do CAUC - Cadastro Único dos Convênios. Chagas levantou os dados e disparou o torpedo. Só quatro prefeituras e...stão adimplentes: Borba. Manaquiri, São Paulo de Olivença e Humaitá. Vale dizer que só as quatro estão aptas a receber novos convênios e recursos.  

(Fonte: Blog da Floresta - http://www.blogdafloresta.com/politica/4517-so-quatro-prefeituras-do-am-estao-regulares-para-receber-convenios.html)


Em útima análise isto significa que Itacoatiara esta na lista negra dos municipios inadimplentes, e agora Peixoto KI TU DIZ. Ou seja, além de não pagar os servidores do município e os credores, também não esta prestando contas regularmente com os convênios do Governo Federal, Essa é pra acabar !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 21 de maio de 2011

Prefeito de Itacoatiara goza da pior impopularidade da história do município



Esta sendo veiculada exaustivamente na TV Itacoatiara, filiada a TV Amazonas, a propaganda da Prefeitura que trata do evento em que o prefeito fez a doação do terreno, que foi projetado pelo ex-prefeito Miron Fogaça, para sediar a escola agrícola de Itacoatiara cujo projeto ficou 11 anos paralisado pelo ex-prefeito Mamoud Amed, em razão de ter denunciado a obra para o Ministério da Educação e que agora foi enterrado de vez pelo prefeito que é agricultor Antonio Peixoto.
Mas vamos aos fatos: O vídeo mostra o prefeito e a reitora da UFAM comentando o fato da doação, porém se observarmos a cena com um olhar mais atento, observamos que o auditório da universidade se encontra quase vazio, somente uma pequena parte dos funcionários do campus estavam presentes na cerimônia. E no contexto é notória a ausência dos alunos e da comunidade em geral, o cinegrafista da Prefeitura não mostra o restante do espaço, pois só ia mostrar cadeiras vazias. Mas o que mais chama atenção é o fato do vídeo apresentar na trilha sonora da propaganda prefeitural, uma sonorização incessante de mídia de aplausos, para camuflar a real cenário desprestigiado do evento.
Apesar de terem convidado todos os empresários, a comunidade acadêmica e a sociedade itacoatiarense, as pessoas se recusaram a render homenagem, talvez a quem não merece. Acho que a situação caótica que esta a nossa cidade tenha sido o motivo de tal desprestígio, o mesmo que ocasionou a comparecimento pífio no aniversario da cidade, que alias, foi o pior da história de nossa cidade, sem grandes atrações, sem publico, sem graça e mercado pela pior vaia, já dada a um prefeito deste município. A que chegou mais perto, foi a do ex-governador Eduardo Braga, que levou aquela celebre vaia no FECANI, por ter abandonado a nossa cidade em seu governo, como aliás está agora!
O campus de Itacoatiara, sem dúvida, merece todo o apoio da câmara e da prefeitura de Itacoatiara. A desapropriação das casas que estão localizadas na lateral do ICET, seria tão importante, quanto o ato de doação do terreno da estrada. Pois os professores, funcionários e os alunos do campus, se espremem no pequeno estacionamento da universidade, por falta de área para tal, alem do que falta mais área para o restaurante universitário, para quadras de esportes e de outras instalações físicas necessárias para beneficiar a comunidade universitária da UFAM em Itacoatiara. Mas apesar disso, parece que o prefeito esta mais preocupado em receber aplausos. Porém nesta altura do campeonato, a apatia do público e sua ausência nos eventos em que é montado palco, a qualquer custo para promover o alcaide deste município, o povo demonstra o seu descontentamento o deixando no ostracismo, assim como infelizmente encontra-se a nossa cidade.

domingo, 15 de maio de 2011

Os homens que mudaram a história

"Aqui estão os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso. Os pinos redondos nos buracos quadrados. Aqueles que vêem as coisas de forma diferente. Eles não curtem regras. E não respeitam o status quo. Você pode citá-los, discordar deles, glorificá-los ou caluniá-los. Mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Empurram a raça humana para a frente. E, enquanto alguns os vêem como loucos, nós os vemos como geniais. Porque as pessoas loucas o bastante para acreditar que podem mudar o mundo, são as que o mudam."

Jack Kerouac

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Avida imita a arte ou a arte imita a vida - Veja essa pérola que encontrei, uma poesia que fala sobre a situação de Itacoatiara em 1916.


A  C I D A D E
Como te conheci !...
Eras bela, florescente, esplendorosa...
Tuas ruas e tuas praças primavam pela limpeza e pela elegância tua arborização era bem cuidada e teu povo era alegre, unido e forte...
A brancura nívea da tua casaria compacta,
emulava ciosa da alvinitência deslumbradora da areia das tuas ave­nidas largas e extensíssimas...
Teu progresso era visível e tua fama enchia o mundo, levada por essa garbosa flotilha estrangeira que embelezava o teu modesto ancoradouro...
Teus habitantes, sóbrios e despidos de tolos precon­ceitos, num amplexo de larga fraternidade, trabalhavam só para ti, só pelo progresso e pela tua grandeza, que já se delineavam no avanço que ganhastes á frente das outras cidades tuas irmãs...
Tudo em ti era grandioso, tudo era esperança, tudo era altruísmo; o entusiasmo atingira ao delírio, seu má­ximo expoente.
Se em teus bailes não se via o esplendor que afetam hoje, numa ostentação de fementida riqueza, havia, entre­ tanto, neles uma música mais suave, de ritmos mais cadenciados, de acordes mais impressionantes; era a harmonia social, a harmonia das amizades, tão diferentes das de hoje pelo cunho indelével da sinceridade que resumbrava de todas as afeições daqueles belos tempos. Era a musica do coração...  
E tu evoluías n'um andar gigantesco de filha privilegiada do destino.
Hoje! como mudaram-se os tempos! Ó tempore! ó amores!
A ti fizeram o que costumam fazer ás noivas quando elas, recebendo no altar sagrado o ente amado, devolvem-se á sala sumptuosa da festa nupcial...
Tiraram-te os botões alegóricos de tua grinalda nunca maculada e destribuiram-nos pelos convivas refalsados, que te olhavam de soslaio ao calcarem, maldosos, sob os pés, o símbolo de tua pureza virginal...
Poluíram sem dó, com indizível insídia, a candidez arminia, de tuas vestes pulcras...
E deixaram-te assim...
Parece que sobre tí desencadearam-se, implacáveis, todos os males que continha o maldito relicário de Pandora !
Onde aquela fraternidade, aquela concórdia, aquela coesão de vistas que faziam de todos os teus habitantes uma só força, uma só alavanca do teu progresso sempre crescente ?
Que é feito daquela boemia cativante e amorável que era indistintivamente; o característico apanagial do teu povo que tinha sempre o coração aberto em descomunal diástole às grandes empresas, ás generosas e grandes ações ?
Tuas ruas, transformadas em vastos matagais, foram
prezas  indefesas do furor indômito das chamas ateadas pela malvadez doentia de desnaturados seres, que, como o joio, nos trigais, insinuam-se pérfidos e maldosos nos meios mais seletos; que como o miasma deletério, atrofiam o mais puro ambiente...
E ei-las, as tuas ruas, negras, vestidas de intenso luto, como se tivessem a consciência de sua grande desventura...
Nem a tua necrópole, deposito inestimável de tantas relíquias sagradas; nem a santa morada daqueles que foram os teus antepassados, nada respeitou a faina violenta e destruidora do elemento ígneo.
Como se um rastilho houvesse minado toda a tua superfície, nem uma rua, nem um quintal dos teus subúrbios, escaparam ás conseqüências da perversidade atroz.
Quem te governa? Sabei-la tu? A que mãos sacrílegas confiaram os teus destinos ?
Os destroços mutilados de tua grandeza d’outrora são o atestado vivo do abandono em que deixaram-te.
A intriga e as discórdias, fruto das perseguições desumanas de que tens sido teatro, impeliram-te para essa queda moral de que não te levantarás tão cedo; a desídia a Incompetência e a ignorância daquele cujos carinhos fostes confiada, arrastaram-te a isso que, materialmente és: uma velha cidade, sem estética, sem limpeza, sem luz sem higiene !
O teu povo é o mesmo: bom e generoso. Expele do regaço os maus, e terás o teu ressurgimento, belo e grandioso...
Na celebre boceta aberta por Epimethéo ficara ainda a esperança...
Ainda bem que tens a esperança oh! abençoada Itacoatiara, que eu adoro sempre.

04 de setembro de 1916

JUSTUS

Fonte:  Queiroz, Joaquim Francisco. O Município de Itacoatiara – Os inimigos do seu progresso e sua administração municipal. Livraria Clássica. p.178-180. 1916

segunda-feira, 9 de maio de 2011

MENESTREL - Você Aprende (After While) - William Shakespeare




A performance Teatral, o Menestrel de William Shakspeare, interpretada por Moacir Reis está atualíssima, pois revela o quanto devemos evoluir como pessoa, e como devemos nos comportar no meio social onde atuamos, observe com reflexão o vídeo e confira o texto:



Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.

Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.

E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…

E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.

E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.

E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…

Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.

Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.

Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.

Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…

Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…

Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.

Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.

E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

domingo, 8 de maio de 2011

FELIZ DIA DAS MÃES



                  MÃE

Mãe carinhosa, mãe dengosa
Mãe amiga, mãe irmã
Mãe sem ter gerado é a mãe de coração
Mãe solidão,
Mãe de muitos, mãe de poucos
Mãe de todos nós, Mãe das mães
Mãe dos filhos
Mãe-pai: duas vezes mãe
Mãe lutadora e companheira
Mãe educadora, mãe mestra
Mãe analfabeta, sábia mãe
Mãe dos simples e dos pobres
Mãe dos que nada têm e dos que tudo têm
Mãe do silêncio, mãe comunicação
Mãe dos doentes e dos sãos
Mães dos que plantam e dos que colhem
Mãe de quem nada fez e de quem compra feito
Mãe de quem magoou e de quem perdoou
Mãe rica, mãe pobre
Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram
Mãe dos guerreiros e dos guerreados
Mãe que sorri, mãe que chora
Mãe que abraça e afaga
Mãe presente, mãe ausente
Mãe do sagrado, mãe da luz
Mãe de Jesus e mãe nossa.
Mãe, simplesmente mãe.


Reflexão a mãe itacoatiarense

Infelizmente nessa data tão especial, as mães itacoatiarenses não tem muito motivo pra comemorar, principalmente as mães funcionárias da prefeitura de Itacoatiara, que não são efetivas, mas que prestam o mesmo serviço de: professoras, enfermeiras, garis, auxiliares administrativas e que desempenham demais tarefas no serviço público municipal. Pois o governo do partido dos trabalhadores, além de não ter pago o 13º dessas mulheres guerreiras. Está proporcionando, “PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA DESTE MUNICÍPIO” o pior Dia das Mães, pois ainda não receberam os seus preciosos salários, se não bastasse isso. Nesta madrugada do dia 07/05/2011, por falta de apoio e moral do Prefeito junto ao governo do Estado e no Governo Federal, no que tange a manutenção e zelo da nossa velha estrada Vital de Mendonça, trecho localizado no km 30, no sentido Itacoatiara/Manaus, desmoronou completamente, deixando Itacoatiara isolada da capital do Estado. E como vários jovens tem se mudado para Manaus para encontrar emprego, uma vez que a nossa cidade está também atingindo um dos maiores índices de desemprego dos últimos anos. Esses jovens que viriam passar o dia das mães com a sua família foram privados de comemorarem esta data significativa na sua terra natal, por mais este dissabor pregado por este governo incompetente, que não consegue dar o mínimo de atenção as prioridades mais urgentes de nossa cidade. ISSO É UMA VERGONHA!


Mas fica queimando o nosso dinheiro a tôa, soltando foguetes na frente da Prefeitura, em razão de ter recebido 04 lanchas escolares, que foram conseguidas através de convênio da Associação dos municípios com o Ministério da Educação. No qual foram conseguidas 68 lanchas e distribuídas para vários municípios do Amazonas, inclusive Itacoatiara (ver matéria a baixo). Ou seja, é uma operação nacional do Ministério da Educação através do programa “Caminho da Escola”, onde o governo municipal tinha o dever de assinar o convênio com a Associação dos Municípios do Amazonas, para repassar os veículos para a comunidade escolar. Portanto pela propaganda que o prefeito faz, parece que fez por um favor, e não um dever que tem o administrador público de estar atento aos editais públicos de acesso a benefícios para o município. Enquanto isso o trabalhador e as mães itacoatiarenses passam a pão e água por suas datas magnas. Vejam só e eles ainda acham que estão fazendo o melhor governo da história, e devem ser merecedores de troféus, só se for, como dizia o Chacrinha "vai ganhar o troféu abacaxi" !



A Associação Amazonense de Municípios entrega 68 lanchas escolares a 23 Municípios do Estado do Amazonas.
 
Foram entregue na manhã de quinta – feira (24), 68 novas lanchas escolares padronizadas tendo a potência de 90 HP e com a capacidade de transportar 25 pessoas entre estudantes e tripulantes, 23 municípios foram contemplados nesta segunda fase do projeto Caminho da Escola criado em 2007 em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) do Ministério da Educação e Associação Amazonense de Municípios AAM, a entrega contou com presença Jair Souto Prefeito de Manaquiri e Presidente da AAM e José Maria de Souza coordenador geral do FNDE no País. A entrega das lanchas foi feita na sede da Associação Amazonense de Municípios AAM e tem como viabilizar e transportar com segurança e rapidez os alunos ribeirinhos do Amazonas já que em nossa região um dos principais meios de locomoção são embarcações.
 Os municípios contemplados foram: Alvarães - 2 lanchas, Autazes – 4,  Barreirinha -  4, Benjamim Constant – 1, Boca do Acre – 4, Borba – 4, Careiro – 1 Coari – 4 , Eirunepé – 1 , Fonte Boa – 4 Ipixuna – 4 , Itacoatiara – 4 , Manacarupu – 4 Manaquiri – 2 , Manaus – 2, Maraã – 2 , Parintins – 4 , São Gabriel da Cachoeira – 4 , Tefé – 4 , Uarini – 2 Urucará com 3 lanchas.
Fonte: AAM - 24/02/2011    http://www.aam.org.br/aam/constitucional/noticia.asp?iId=196390

quinta-feira, 5 de maio de 2011

BATALHA NAVAL DE ITACOATIARA



O escritor Anísio Jobim, relata com detalhes os fatos decorrentes da batalha Naval de Itacoatiara. Os revoltosos tenentistas chefiados pelo civil, comissionado no posto de
coronel, Alderico Pompo de Oliveira, pelo general Bertholdo Klinger, iniciaram uma
revolta desde a fortaleza de Óbidos e pretendiam tomar as cidades ribeirinhas e ocupar
Manaus, excelente ponto estratégico e de abastecimento.

Em 21 de agosto de 1932, chegava a notícia de que os navios “Andirá” e “Jaguaribe”
haviam sido tomados pelos rebeldes. Partindo de Óbidos em direção à Manaus, logo
chegaram a Parintins, cidade desguarnecida que não apresentou nenhuma resistência aos
revoltosos. A notícia da tomada de Parintins causou um abalo enorme na população de
Itacoatiara que já esperava o pior.

Os navios chegaram a região de Itacoatiara. Mandando um emissário a terra para um
entendimento com as forças legais, tiveram resposta de absoluta intransigência, pelo que
resolveram conceder um prazo de duas horas para que as famílias se retirarem daquela
cidade, quando então começariam os bombardeios. Antes de decorrido o prazo, chegaram
ao porto de Itacoatiara os navios legais “Baependi” e “Ingá”, que entraram imediatamente

No dia 24 de agosto de 1932, ao avistar as forças legais, os inimigos manobraram em
atitude de combate. Toques de cornetas estrugiram a bordo e a deflagração começou de
ambas as partes. Os canhões troavam e as metralhadoras crepitavam terríveis.

Os vapores legalistas avançavam. No meio da refrega o “Ingá” foi de proa em
cima do “Jaguaribe” em poucos minutos o “Jaguaribe” estava adernando e em seguida foi a
pique. O Andira” hostilizava impiedosamente os navios legais a tiros de fuzil e de
metralhadoras pesadas. Porém, um tiro certeiro de metralhadora destruiu a ponte de
comando do “Andirá”. O “Baependi” atirou-se então sobre ele, alcançando-o de popa e
partindo-o ao meio.

A feroz batalha naval de Itacoatiara chegou ao fim após breves quarenta minutos de luta
pesada. As tropas fiéis ao governo de Getúlio Vargas inscreveram, incontestavelmente, uma
página de bravura em defesa da ordem.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

AVENIDA PARQUE, NOSSO ORGULHO E RECEPÇÃO DE BOAS VINDAS

Av. Ruy Barbosa - 1928
Avenida Torquato Tapajós - Dec. 70


Nomes anteriores:
1 - Av. Cons. Ruy barbosa
2 - Av. Plínio Ramos Coelho
3 - Av. Torquato Tapajós

A nossa Avenida Parque, também conhecida como túnel verde, foi projetada e iniciada em 1928 pelo ex-prefeito judeu Isaac Peres, depois foi dada continuação por vários outros prefeitos que o sucederam, destacando o ex-prefeito Chico do Incra que com recurso próprios da Prefeitura construiu sozinho 05 passarelas. Na época de sua construção inicial, foi denominada de Avenida Ruy Barbosa, e depois: Plínio Ramos Coelho, Torquato Tapajós e finalmente Avenida Parque.



Na época de sua construção, foram plantados os primeiros oitizeiros (licania tomentosa), pois trata-se de uma árvore natural do cerrado brasileiro, que é ideal para sombreamento de praças e jardins, o seu fruto é comestível e sua madeira pode ser aproveitada para a construção civil. Essa árvore que foi chamada localmente de benjaminzeiro. Hoje se transformou na principal árvore de sombreamento de logradouros públicos e residencial da cidade de Itacoatiara.

Tudo pelo efeito magnífico que suas árvores dispostas em linha de um lado e de outro da passarela central de nossa Avenida Parque.
O  patrimônio histórico e paisagistico da cidade, recebeu um projeto de iluminação orçado em R$ 479.133,25 e que foi iniciado em outubro de 2010 através de convênio entre a Prefeitura de Itacoatiara e o Governo do Estado, o qual resultou em um projeto mal sucedido que desde o ano passado e até agora não foi concluído, o início da obra mal feita deu curto queimando a rede elétrica, a qual foi entregue as pressas pelo prefeito Peixoto no Natal de 2010.


E como o projeto não suportou a primeira chuva do inverno itacoatiarense, toda a instalação entrou em curto e queimou. E a nossa magnífica Avenida acabou continuando na escuridão. Durante o dia, a beleza natural do lugar é iluminada pelo sol brilhante que clareia a nossa vetusta Itacoatiara que é suavizada com a brisa refrescante do nosso caudaloso Rio Amazonas, a nossa Avenida Parque apesar de tudo isso, não perdeu sua majestade. Pena pra que vc possa apreciar tudo isso, tem que encarar 04 horas de viagem em uma estrada sem sinalização, totalmente avariada. E ao chegar na cidade, tirando a Avenida Parque e a 07 de Setembro, a cidade é um buraqueiro só, ficando a nossa imponente Avenida Parque, reinando frondosa em meio aos camêlos que obstruem o seu elegante visual e ao descaso do Poder Público.

O FORASTEIRO

Isaac Peres, Anísio Jobim
Terezinha Peixoto!
Robério Braga, Francisco Gomes
Aime Guedes e tantos outros!
Valorizaram a nossa história,
Resgataram o nosso passado
E isso para o nosso povo
Foi uma grande vitória
Demonstrando que o itacoatiarense
Também tem memória,
Tem cultura e tem valor
Afinal, o resgate do passado,
Serve para iluminar o presente
E a cidade da Pedra Lavrada
Da Madeira e da Canção
Precisa falar a todos
Que é importante para o nosso Estado e para Nação
Por suas lutas e por sua estratégica localização
Hoje é Pólo Madeireiro e Graneleiro
Cidade exportadora por vocação
O seu povo tem esperança
E muito amor no coração
Pois sonha, como criança
Com uma grande modificação
Crescer, com justiça social e confiança
Para o bem da sua população
Itacoatiara amazônica
Histórica terra que tanto amo!
Hás de brilhar no cenário econômico
Hás de triunfar, sob aqueles que a despreza
Hás de mostrar o teu valor
Pois os teus filhos hão de defendê-la
Daqueles que te desprezam
Hão de enaltecê-la
Para aqueles que te criticam
Hão de protegê-la
Daqueles que te atacam
Pois, teus filhos são cidadãos
Sabem o teu valor, e exigirão respeito
Principalmente daqueles que estão a te explorar
E que apesar de necessitarem, não reconhecem
O tanto que já fizestes,
Pata a tua vida melhorar,
Mas, a palavra de Deus nos, afirma!
Os humilhados triunfarão!
Pois eles serão exaltados! da Bíblia
Tiramos esta citação
Da Filosofia, mandamos um recado,
"conhece-te a ti mesmo", para poder julgar o teu irmão
Pois "penso, logo existo", e se pensares nisto
Verás que tenho razão
Se és bom como falas
"Ser ou não ser, eis a questão”
Terás caráter, se demonstrares com gesto e ação;

Pois tudo criticas,
E pouco se faz introspecção
E, assim como tudo se acaba
Os exaltados sucumbirão;
E aos pés de Itacoatiara
Ainda pedirão perdão
Pois reconhecerás que parte da tua vida
Aqui cresceste e daqui tiraste o teu pão
Mostrando que o mundo é pequeno
E que todos somos irmãos;
Repartir é a nossa tarefa
Matar a fome e a sede, é a nossa missão
Fazer o bem a todos, sem preconceito,
sem interesse, e sem distinção;
Itacoatiara cidade hospitaleira
Te agradece e te abraça,
Apesar dos teus desencantos
E das tuas frustrações
Deve colocar a mão sobre a cabeça
E refletir sobre esse refrão,
Não somos ingratos, nem presunçosos;
Apenas queremos ser respeitados
Somos trabalhadores valorosos
Sabemos separar o joio do trigo
E se queres, ser nosso amigo
Dai a César o que é de César
E respeita esse povo
Que de bobo, não tem nada!
E que sabe se valorizar
E sabe que apesar de tudo
Um dia ainda nos agradecerás!
Pois a sede não dá só uma vez
E quando de água precisar
Estará Itacoatiara, pronta para a tua fome e sede matar!
Não interprete este poema, como xenofobismo voraz
Pois somos um povo hospitaleiro, o que não aceitamos
É ser tratado por um forasteiro
Com discriminação e como se fôssemos animais;
Ele é quem esta aqui e tem que se tocar!
É de nós que precisa, para a sua vida melhorar
Prezado forasteiro, aceites as diferenças,
mostra tua educação;
Nós fazemos a nossa parte, em aceitá-lo como irmão
Respeita a nossa cultura, os nossos costumes
E a nossa tradição
Demonstra que és educado, inteligente e cidadão
Respeita Itacoatiara, para ser respeitado
E serás tratado, com carinho e afeição
Ao contrário, do que nos tratas
Sem orgulho e sem discriminação.
Pois se não te arranjares aqui, forasteiro
Andarás o mundo inteiro
E não encontrarás um povo tão ordeiro
Que te acolha e te aceite sem restrição.

Frank Chaves 14/04/2002

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Trabalho: atividade física ou intelectual.

Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores. Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano. Essa manifestação tinha como finalidade reivindicar a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias e teve a participação de milhares de pessoas. Nesse dia teve início uma greve geral nos EUA . No dia 3 de Maio houve um pequeno levantamento que acabou com uma escaramuça com a polícia e com a morte de alguns manifestantes. No dia seguinte, 4 de Maio, uma nova manifestação foi organizada como protesto pelos acontecimentos dos dias anteriores, tendo terminado com o lançamento de uma bomba por desconhecidos para o meio dos policiais que começavam a dispersar os manifestantes, matando sete agentes. A polícia abriu então fogo sobre a multidão, matando doze pessoas e ferindo dezenas. Estes acontecimentos passaram a ser conhecidos como a Revolta de Haymarket.

Três anos mais tarde, a 20 de Junho de 1889, a segunda Internacional Socialista reunida em Paris decidiu por proposta de Raymond Lavigne convocar anualmente uma manifestação com o objetivo de lutar pelas 8 horas de trabalho diário. A data escolhida foi o 1º de Maio, como homenagem às lutas sindicais de Chicago. Em 1 de Maio de 1891 uma manifestação no norte de França é dispersada pela polícia resultando na morte de dez manifestantes. Esse novo drama serve para reforçar o dia como um dia de luta dos trabalhadores e meses depois a Internacional Socialista de Bruxelas proclama esse dia como dia internacional de reivindicação de condições laborais.

Em 23 de Abril de 1919 o senado francês ratifica o dia de 8 horas e proclama o dia 1 de Maio desse ano dia feriado. Em 1920 a Rússia adota o 1º de Maio como feriado nacional, e este exemplo é seguido por muitos outro países. Apesar de até hoje os estadunidenses se negarem a reconhecer essa data como sendo o Dia do Trabalhador, em 1890 a luta dos trabalhadores estadunidenses conseguiu que o Congresso aprovasse que a jornada de trabalho fosse reduzida de 16 para 8 horas diárias.

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes. Fatos importantes relacionados ao 1º de maio no Brasil: Até o início da Era Vargas (1930-1945) certos tipos de agremiação dos trabalhadores fabris eram bastante comuns, embora não constituísse um grupo político muito forte, dado a pouca industrialização do país. Esta movimentação operária tinha se caracterizado em um primeiro momento por possuir influências do anarquismo e mais tarde do comunismo, mas com a chegada de Getúlio Vargas ao poder, ela foi gradativamente dissolvida e os trabalhadores urbanos passaram a ser influenciados pelo que ficou conhecido como trabalhismo.

Até então, o Dia do Trabalhador era considerado por aqueles movimentos anteriores (anarquistas e comunistas) como um momento de protesto e crítica às estruturas sócio-econômicas do país. A propaganda trabalhista de Vargas, sutilmente, transforma um dia destinado a celebrar o trabalhador no Dia do Trabalhador. Tal mudança, aparentemente superficial, alterou profundamente as atividades realizadas pelos trabalhadores a cada ano, neste dia. Até então marcado por piquetes e passeatas, o Dia do Trabalhador passou a ser comemorado com festas populares, desfiles e celebrações similares. Atualmente, esta característica foi assimilada até mesmo pelo movimento sindical: tradicionalmente a Força Sindical (uma organização que congrega sindicatos de diversas áreas) realiza grandes shows com nomes da música popular e sorteios de casa própria. Aqui em São Paulo participo das atividades no Ibirapuera.

Aponta-se que o caráter massificador do Dia do Trabalhador, no Brasil, se expressa especialmente pelo costume que os governos têm de anunciar neste dia o aumento anual do salário mínimo.

Em 1º de maio de 1940, o presidente Getúlio Vargas instituiu o salário mínimo. Este deveria suprir as necessidades básicas de uma família (moradia, alimentação, saúde, vestuário, educação e lazer).

Em 1º de maio de 1941 foi criada a Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas, especificamente, as relações de trabalho e aos direitos dos trabalhadores.

Outro ponto muito importante atribuído ao dia do trabalhador foi a criação da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, em 01 de maio de 1943.

Parabéns e Vivas para todos Trabalhadores Itacoatiarenses, Amazonenses, Brasileiros.
Autor: João César Mousinho de Queiroz-Batalhador - São Paulo 01/05/10
Adaptação: Frank Chaves 01/05/2011

Consulta de opinão

ALBUM DE ITACOATIARA